COMPARTILHANDO A PALAVRA DE DEUS


ÍNDICE 
1-  CHORANDO NA PRESENÇA DE DEUS
2 - APRENDENDO COM OS GIRASSÓIS
3 - A IMPORTÂNCIA DA ORAÇÃO
CHORANDO NA PRESENÇA DE DEUS
Davi, em determinado momento de sua vida, se viu desesperado, diante de uma situação de injustiça e de afronta. Seu filho, Absalão se rebelou contra ele usurpando o seu trono. Que tristeza para um pai sofrer tal afronta de um filho! Esse acontecimento está registrado em II Samuel 15. Davi teve que sair às pressas de Jerusalém. E longe de sua cidade, do seu reino, do seu povo, na profunda tristeza do seu coração ele, provavelmente, escreveu o salmo 42.

O espírito santo me lembrou, hoje, do versículo 42:3: "As minhas lágrimas tem sido o meu alimento de dia e de noite, enquanto me dizem constantemente: O seu Deus, onde está?" No versículo 4 Davi recorda os momentos felizes que viveu na casa de Deus antes de deixar o reino e no versículo 5 ele usa para si mesmo palavras de consolo muito poderosas:" Porque estás abatida ò minha alma? Porque te perturbas em mim? "ESPERA EM DEUS, POIS AINDA O LOUVAREI PELA SALVAÇÃO QUE HÁ NA SUA PRESENÇA"

É curioso que Davi não sentia falta do reino, dos poderes ou das riquezas. Ele sentia falta de Deus e da comunhão com o povo de Deus. "Assim como a corça suspira pelas águas, por ti suspira a minha alma!" E no versículo 4 diz: Quando me lembro disto, dentro de mim derramo a minha alma; pois eu havia ido com a multidão. Fui com eles à casa de Deus, como vez de alegria e louvor; com a multidão que festejava.

Aleluia! A casa de Deus é o melhor lugar pra se viver. É preferível estar um dia nela do que mil em outros lugares.

Comecei a meditar na importância das lágrimas. Elas nos servem de alimento, noite e dia, em tempos de tribulação.

Davi era um chorão. Basta olhar os seus salmos e veremos o quanto era quebrantado, contrito, chorão. No salmo 6 ele mencionou o fato de que estava cansado de tanto gemer e que todas as noites fazia nadar a sua cama  em lágrimas.

Na verdade, disse Spurgeon que as lágrimas são orações líquidas. Quando as palavras nos faltam as nossas lágrimas são claramente entendidas por Deus. Quando as palavras nos faltam um gemido pode ser ouvido por Deus. Quando nos falta argumentos, nossos lamentos são compreendidos por Deus.

Então, caros amigos, recomendo que chorem bastante pela presença de Deus.

Chorem muito, alaguem o colchão e o travesseiro com lágrimas. Chorem, pois o Senhor ouvirá o seu lamento. Se vcs tem vivido tempos difíceis, é hora de se humilhar, de gemer, de soluçar, de prantear na presença de Deus. Chorem de saudade de Deus, chorem de saudade da comunhão com os irmãos, chorem de saudade do templo, chorem pelos seus pecados, chorem pelas suas necessidades e pelas necessidades de seu próximo, chorem pelo desejo de ser aperfeiçoado na presença de Deus, chorem pelo desejo de voltar à casa de Deus, chorem pelo desejo de voltar a se alegrar de novo. Chorem pela conversão da família, chorem pelo fim das injustiças na terra, chorem pela dor de outros. Chorem, pois há promessa para quem chora: Serão consolados. Serão aliviados, serão compensados.

Há muita diferença entre o lamento e a murmuração. O lamento é o choro, o pranto, o pedido em forma de lágrimas, é o sentimento de pesar pelo que te foi tirado ou te falta. A murmuração é a maledicência, formar mau juízo de Deus.

Davi disse que o senhor ouviu a voz do lamento dele. O lamento é a expressão do sofrimento. É um constante gotejar de intercessão e súplica. É um pedido suplicante em forma de oração ou de música.

Davi disse que seus olhos, de agonia, se achavam amortecidos, envelhecidos por causa de todos os seus inimigos.

Você tem chorado? É tempo de um quebrantamento sincero no meio da juventude. Porque o diabo anda cirandando com os jovens. O diabo anda fazendo os jovens perderem a essência. Ele anda fazendo com que os jovens amem mais os prazeres do que a Deus. São os últimos dias aqui na terra e a palavra de Deus disse que seria assim.

Se os jovens não começaram a viver um quebrantamento verdadeiro, colocando as prioridades em ordem, reservando tempo para a comunhão com Deus, solicitando e se submetendo ao conselho dos que possuem autoridade, vão perecer um a um.

Se os jovens não deixarem de chorar por coisas e passarem a chorar pela presença de Deus; se os jovens não deixarem de chorar por amores e passarem a chorar pela presença volta do primeiro amor por Deus; Se os jovens não deixarem de chorar por alegrias passageiras e passarem a chorar pelos seus pecados; Se os jovens não buscarem um quebrantamento verdadeiro, uma santidade incondicional, vão perecer um a um.

É tempo de levar a palavra de Deus mais a sério e deixar de viver uma vida de inconseqüência. É tempo de deixar de achar que a misericórdia de Deus vai acobertar para sempre os nossos erros, nossos pecados. É tempo de deixar de levar a vida cristã como religiosidade,  com um exterior mentiroso e um coração fraco, corrupto.

O que nos alegra? Quais ambientes nos alegram? Que tipo de pessoas e afazeres? De que temos saudade? Pelo que choramos?  Que Deus tenha misericórdia de nós. (Elis)
APRENDENDO COM OS GIRASSÓIS
Da mesma maneira que o girassol se volta para o sol, buscando a sua luz, o seu calor, sem o qual não pode sobreviver, nós também precisamos compreender que não podemos sobreviver sem olharmos para o nosso Deus. Para o Deus pai, filho e espírito santo. O nosso Deus é quem ilumina tudo e todos. Foi ele quem criou tudo o que há na terra e no céu, incluindo a lua, as estrelas, o firmamento, os mares e o próprio sol.
A bíblia diz: Isaias 40:12 - Quem na concha das suas mãos mediu as águas e tomou a medida dos céus a palmos? Isso se referindo a majestade do Senhor.
E para Jó, no capítulo 38, quando Jó começa a contender, Deus lhe pergunta:
Jó, onde tu estavas quando eu lançava os fundamentos da terra?  Podes Tu levantar a voz até as nuvens para que a abundância das águas de cubra?  Podes ordenar os relâmpagos que saiam?  Sabes o caminho da morada da luz e das trevas? Você já entrou no depósito da neve? Quem gera as gotas de orvalho? Quem limitou o mar com portas e disse virás até aqui e a partir dali será terra?
O nosso Deus, grandioso e majestoso, não pode ser descrito por palavras. Ele  domina sobre tudo e sobre todos. E a palavra de Deus no Salmo 99 diz: Reina o Senhor, tremam os povos. E em Atos: Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas.
Eu estou plenamente convencida por meio do espírito santo que a razão da nossa fraqueza e impotência, da nossa falta de vivacidade reside no fato de que embora sejamos girassóis, olhamos para todos os lados, focamos os olhos em tudo e todos, menos em Deus.
É por isso que não temos sido salvos. Porque não estamos olhando para Ele firmemente. Esta palavra “firmemente” significa “tirar os olhos de outras coisas e olhar firmemente, invariavelmente, fielmente para uma coisa só”. Olhai para mim, diz o Senhor e sereis salvos. Is 45
O Que é olhar para Jesus?
I – É ASSUMIR A SUA POSIÇÃO EM DEUS
Antes nos éramos das trevas, mas Ele nos tirou das trevas e nos trouxe pra Luz. E nos assentou juntamente com Cristo nas regiões celestiais. Deu-nos o direito de sermos chamados Filho de Deus. Somos herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo. Quando você olhar firmemente para Cristo você vai se lembrar que o sacrifício dele fez tudo isso conosco.
II – É VENCER OS SENTIMENTOS, AS CIRCUNSTÂNCIAS E AS PROBABILIDADES POR MEIO DA FÉ GENUÍNA
As pessoas prezam demais os seus sentimentos. Pois eu vou dizer a vocês a fé odeia sentimentos.  Fé não é um faz de conta. Vamos esclarecer isto de uma vez por todas. Fé não é você fingir que nada está acontecendo. Não, pelo contrário. Fé é uma renovação de mente que te faz viver, andar, agir e reagir não segundo o que você vê ou sente, mas segundo o que a palavra de Deus diz.
Ex.: Você está se sentindo derrotado, o mais derrotado de todos? Ao invés de agir como tal, você foca no que a palavra de Deus diz a seu respeito: “mas em todas estas coisas somos mais que vencedores por meio daquele que nos amou”.
Você está passando por uma situação financeira difícil, está desempregado? Ao invés de se desesperar e ficar murmurando, entrar num colapso nervoso você foca no que a palavra de Deus diz a respeito disso:”fui moço e já agora sou velho, nunca vi um justo desamparado nem a sua descendência a mendigar o pão.”
III – É ENTENDER QUE QUANDO VOCÊ ENTRA EM GUERRA AQUI,  HÁ UMA GERRA SENDO TRAVADA NO MUNDO ESPIRITUAL E QUE VOCÊ NÃO PODE FICAR DESPREPARADO E SEM MUNIÇÃO
O diabo não tem pena de você. Não pense que nos dias mais terríveis da sua vida, quando você pensa que tudo está acabado que o diabo está sossegado não. Ele não para de arquitetar planos contra você. Se você perdeu alguma coisa, ele vai trabalhar pra você perder o resto. Porque os planos dele não são de te paralisar momentaneamente, são de te destruir, MATAR, ROUBAR E DESTRUIR.
Pare de cultivar os seus terríveis problemas e passe a buscar fortalecimento em Deus. Se revestindo das armas de guerra, da armadura de Deus, do capacete da salvação, da espada do espírito, da couraça da justiça, do escudo da fé, cinja-se com cinto da verdade e calce os pés com a preparação do evangelho da paz, porque se você não estiver preparado para a guerra, você pode vir a ser abatido.
CONCLUSÃO
PARA ONDE VOCÊ TEM OLHADO?
Davi não olhou para o gigante porque se tivesse olhado tinha sido morto. Davi olhou para o seu Deus.
Moisés tinha um mar à frente e um exército de inimigo atrás e um bando de murmurador do seu lado. Mas ele não olhou para o mar, nem para os inimigos, nem para a multidão, ele olhou par ao seu Deus.
Paulo não olha para os muitos problemas, nem para as circunstâncias difíceis, mas diz: Em tudo somos atribulados, porém não angustiados, perplexos, porém não desanimados, perseguidos, porém não desamparados, abatidos mas não destruídos, levando sempre no corpo o morrer de jesus, para que também a sua vida se manifeste em nós. 2 Cor. 8-10
Não sei se você tem sido atribulado em TUDO, COM PAULO.
Mas eu posso te dizer uma coisa com certeza, se você tem levado no corpo o morrer de Jesus, a vida dele se manifestará em você.
Já é tempo da igreja sair do natural e passar a viver no sobrenatural. Já é tempo de a igreja aprender a falar menos, reclamar menos, murmurar menos é orar mais, humilhar mais, se render mais à soberania e à majestade de Deus, olhando sempre para Ele.

A IMPORTÂNCIA DA ORAÇÃO

A oração é uma das mais importantes práticas da vida cristã, pois liga o homem intimamente a Deus. Durante todo o seu ministério na terra, Jesus enfatizou a importância da oração e a Bíblia nos mostra que ele orava frequentemente. Em Mt 6:9-13, Jesus dá aos discípulos um modelo de oração, o qual se tornou a oração mais conhecida de todos os tempos, a oração do “Pai Nosso”. Não significa que tenhamos apenas que reproduzir tal oração, sem nos atentarmos para aquilo que ela efetivamente contém, pois a oração do “Pai Nosso” é poderosa, porém desafiadora. Ela expressa o dever de obediência a Deus, de amor ao próximo, de perdão aos ofensores, de desviar-se do mal e, principalmente, de aceitação à vontade soberana de Deus: tudo aquilo que as nossas orações devem conter. A oração é, principalmente, o instrumento que torna manifesta ao homem a vontade de Deus. Por isso não devemos orar com a intenção de constranger Deus a tomar as atitudes que esperamos dEle: devemos orar para que, ao conhecermos a vontade de Deus, possamos mortificar a nossa carne e a nossa vontade imperfeita, para assim nos adequarmos à vontade boa, perfeita e agradável de Deus. A prática da oração, seja privada, coletiva, de concordância ou intercessória é imprescindível para o amadurecimento na vida cristã. Orar pode mudar tudo, qualquer situação, qualquer circunstância. Orar pode libertar, curar e salvar. A oração contínua e sincera é capaz de restaurar uma família ou um casamento; é capaz de salvar e transformar o mais perdido pecador; é capaz de quebrantar o mais duro coração; é capaz de mudar a história de uma cidade ou de uma nação. Por meio da oração o homem se torna um agente de transformação. E que tal se você começar a orar agora? “Orai sem cessar.” I Ts 5: 17.

Um comentário: